Momento Twitter no Blog 5

Estou no Rio desde o último sábado. Hoje fiz a prova de conhecimentos do processo seletivo do Mestrado em Filosofia da UERJ. Haviam sido indicados dois textos: As seções 1 e 2 da “Fundamentação da Metafísica dos Costumes”, do Kant (que os meus alunos da FCAT conhecem bem), e o cap. 1 de “Uma Teoria da Justiça”, do Rawls. Ou seja, dois textos clássicos e bem simples. Na hora da prova, sortearam para ver qual deles seria cobrado e o sorteado acabou sendo o meu querido texto do Kant. Passaram um trecho da seção 2 que fala da autonomia da vontade como princípio supremo da moralidade. Ou seja, nada demais. Mas é claro que, não importa o quão simples seja a proposta, sempre dá para fazer bobagem, então torço que eu tenha me saído bem. Quarta tem prova de lingua estrangeira e sexta tem entrevista. O dado que me surpreendeu hoje foi o número de alunos que não passaram na avaliação inicial do projeto. Nossa! Foram 64 inscritos e apenas 19 passaram nesse exame inicial. Ah, e olha que são 20 vagas. Mas não relaxem na torcida, pois continuo precisando de todos vocês, rsrsrs. Até as próximas notícias.

Comentários

Marina Moreira disse…
Não descuidarei da torcida, apenas começarei minha coleta sei lá com quem pro colete a prova de balas.

Qual é o seu tamanho mesmo? hahahahaha

É só não descuidar, professor. Vá na paz e na fé que tudo conspira.

E, como disse sabiamente a Fernada, "se cuide! 'ò_ó" hahaha

Abraços.

Marina.
Waldréa disse…
hahahha, adoro os comentários da tal Marina ;D
Faço minhas as palvras dela...

E tá vendo só ? Eu não ponho pressão nada, é que eu sei que tu é boooom!
o/
Anônimo disse…
Tá vendo, Marina, você está ganhando até fans no blog. Daqui a pouco, como seus comentários serão um dos motivos das visitas das pessoas, terei que reconhecer a você o papel de articulista do blog. Depois a gente discute questões contratuais e financeiras a respeito.

Waldrea, obrigado. Há sempre um pouco de pressão envolvida, porque, por mais que muitas pessoas confiem na gente, todo empreendimento tem chance de êxito e de fracasso e, nesse caso, o receio do fracasso também se faz acompanhar de um receio de desapontar essas pessoas. Mas é claro que é melhor as pessoas confiarem na gente do que não confiarem, é melhor receber incentivo do que suspeita. Por isso agradeço seu voto de confiança e sua torcida. Um beijo.
Fernanda disse…
Boa sorte na prova de amanhã, espero que ela tenha um formato mais agradável que a de floripa...

Não se esqueça de tirar as fotos! o.ó/

Eu posso pagar para postarem no meu blog, se tiver oferta '-'

XDD~

Brincadeira, tem poucas coisas mais sem grana que estudante-monitor-voluntário...
Marina Moreira disse…
Ih, tem prova hoje! O_O ~superatenta
Minha sagacidade me espanta as vezes...

Enfim, sempre torcendo! /o/

Obrigada, Waldrea, fico feliz que gostes e rias. Rir faz bem pra todos. ^^

Fernanda, vá postar no seu blog! U_U/
Eu postaria de graça, mas ainda estou tentando superar a Meyer no quesito profundidade textual... Er... Enfim, ainda to engatinhando, mas to a fim de usar o andajá pra ver se ando logo '-'

Enfim, enrolações e devaneios brisados a parte, sempre torcendo e agitando os pompons.

E no que diz a respeito a parte contratual, acertaremo-nos depois, mwahahahahaha *risada maligna de exploradora de quem vai dominar o mundo*

Brisadamente,

Marina S Moreira.

Ps: Essa concisão é que me mata... E tudo isso foi só pra dizer que eu estou aqui torcendo T_T
Anônimo disse…
Sua torcida deu certo, Marina. Como você pode ler na postagem 6 dessa série microautobiográfica, fiz hoje uma boa prova e tive um bom resultado da prova anterior. Certamente, foram os pompons... Beijos!

Postagens mais visitadas deste blog

Premissas e Conclusões

A distinção entre ser e dever-ser em Hans Kelsen

Filosofia Moral: Ética e Moral